exercícios para emagrecer exercícios para emagrecer

Confira quais os 8 melhores exercícios para emagrecer

6 minutos para ler

Os exercícios para emagrecer são ótimas alternativas para quem busca incluir hábitos saudáveis em sua rotina, perder peso, melhorar a disposição, bem-estar e qualidade de vida. Para isso, é importante que essas atividades sejam de média a alta intensidade. Assim, elevam os batimentos cardíacos, fortalecem os músculos abdominais e atuam na queima de gorduras.

Pelo fato de existirem várias opções disponíveis, é interessante que você encontre aquela que seja mais agradável e gere prazer ao ser executada e, dessa forma, seja vista como uma aliada na busca pela promoção da saúde, e não como uma obrigação. Para ajudar nessa escolha, preparamos este artigo. Confira!

1. Spinning

As aulas de spinning são feitas em cima de uma bicicleta, em diferentes intensidades. O intuito é proporcionar um grande gasto calórico e, consequentemente, emagrecimento, queima de gordura nas pernas, fortalecimento dos músculos e melhora na resistência cardiorrespiratória. Nesse caso, é possível gastar em média de 600 a 800 calorias em uma aula de aproximadamente uma hora.

2. Musculação

Trata-se de uma das principais modalidades de exercícios para emagrecer, levando em conta que, por meio da sua prática regular, é possível alcançar o aumento da massa muscular, força, resistência e flexibilidade.

É importante ressaltar: quanto maior o índice de massa muscular, maior é a capacidade de gasto calórico em repouso, o que gera a possibilidade de emagrecimento. Mas, para chegar a esse resultado, é preciso alinhar sua prática regular com uma alimentação equilibrada.

A queima calórica desse tipo de atividade pode chegar a 500 calorias por hora, em média. Contudo, essa quantia cai a depender de alguns aspectos, como estrutura física e genética, intensidade, condicionamento físico, tipo de treino executado, entre outros.

3. Natação

A natação é outro exercício eficiente para quem procura o emagrecimento, já que é uma modalidade completa e que promove o fortalecimento dos músculos, queima de gordura e condicionamento físico. Isso porque requer um esforço constante para chegar ao outro lado da piscina.

No caso de quem quer emagrecer, o ideal é manter um ritmo constate e forte. Em relação às calorias perdidas, a natação pode proporcionar, em média, a queima de 400 calorias por aula, desde que o praticante mantenha o ritmo e fique em movimento frequente.

4. Treino de Crossfit

É uma modalidade muito intensa e que requer uma maior capacidade cardiorrespiratória, levando em conta que se trata de um treino de alta intensidade e com pouco tempo de descanso entre os exercícios.

Nesse tipo de treino são integradas várias atividades, como ginástica olímpica, levantamento de peso, atletismo e demais, além de usar acessórias diferentes, como cordas, barras, kettlebell e halteres. Proporciona um gasto calórico, em média, de 700 calorias em uma aula que dura entre 40 minutos e uma hora.

Para potencializar os resultados, é importante que o treino de Crossfit seja acompanhado por um profissional qualificado, principalmente se o praticante for iniciante, sedentário ou apresentar alguma limitação articular ou muscular.

5. Muay Thai

Trata-se de uma atividade física completa e intensa, já que usa muitos grupos musculares e requer preparo físico, o que promove a melhora do condicionamento, capacidade cardiorrespiratória, resistência muscular e gera o fortalecimento. A perda calórica adquirida pelos praticantes de Muay Thai fica na média de 700 calorias por treino, o que vai depender do preparo físico do indivíduo e da intensidade na execução dos exercícios.

6. Corrida

A corrida é um ótimo exercício para quem busca emagrecer e queimar gordura. Sua vantagem é que pode ser feita ao ar livre ou na academia, mas, independentemente do local, é importante que seja realizada sempre em um mesmo ritmo. É possível começar em um ritmo mais lento e, com o decorrer do tempo, elevar a intensidade para atingir melhores resultados.

No caso de iniciantes, a corrida pode não ser a melhor opção para conquistar um gasto calórico aumentado. Por esse motivo, pode ser indicado iniciar a prática de exercícios aeróbicos com caminhadas, até que a pessoa se sinta mais segura para começar uma corrida de intensidade média a alta.

A perda calórica na corrida pode ser, em média, de 600 a 700 calorias por hora, mas é necessário ter um bom ritmo, esforço e evitar pausas.

7. Aulas de dança

É uma prática que proporciona fortalecimento e tonificação dos músculos, melhora na capacidade cardiorrespiratória, aumento da mobilidade, flexibilidade, emagrecimento e demais benefícios, de forma dinâmica e divertida.

O gasto calórico de uma aula de dança vai variar conforme o estilo praticado. Por exemplo, na zumba é possível chegar à perda de uma quantia média de 600 calorias por hora, desde que a atividade seja executada de uma forma mais intensa.

8. Hidroginástica

A hidroginástica é uma boa maneira para emagrecer e melhorar a capacidade cardiorrespiratória. Pelo fato da água causar uma sensação de relaxamento, a tendência é que o ritmo vá diminuindo, contudo, se o intuito é perder gordura, é necessário manter um ritmo mais forte.

Sendo assim, o ideal é que a turma esteja focada no mesmo objetivo, que é o emagrecimento, tendo em vista que a prática do exercício em um ritmo mais lento, somente para manter a saúde, pode não ser o suficiente para queimar calorias.

Nesse tipo de exercício, é possível chegar a um gasto calórico de até 500 calorias por hora, desde que o praticante se mantenha em movimento constante e que seja o suficiente para deixar a respiração mais ofegante.

Agora que você conhece alguns exercícios para emagrecer, como funcionam e a média de gasto calórica, fica mais fácil escolher a opção mais adequada para você e, assim, conquistar não apenas o emagrecimento, mas uma série de benefícios, como fortalecimento do sistema cardiovascular, controle de peso, melhora na saúde mental, bem-estar, alivio do estresse, flexibilidade, mobilidade etc.

Mas, antes de iniciar uma atividade, o ideal é passar por uma avaliação médica para identificar se há alguma restrição, quais os exercícios mais apropriados conforme suas condições físicas e a frequência apropriada.

Conseguiu esclarecer suas dúvidas com este artigo? Então, aproveite para assinar nossa newsletter e receber informações relevantes e atuais sobre outros assuntos no seu e-mail!

Posts relacionados

Deixe um comentário